web
counter

Archives

Scrum kanbanbanban balangandã

Conclusão do papo iniciado em “Scrum praticundum burungundum“¹. Naquela primeira parte tentei ilustrar a crescente adoção do Scrum em Pindorama. O texto de hoje se ocupará dos principais problemas enfrentados, possíveis causas e soluções. É necessário lembrar que minhas conclusões não estão baseadas em uma pesquisa estruturada. Elas são fruto de conversas e consultas informais. ... Read More
 
Identificando Partes Interessadas, Interesseiras, Indiferentes e Encrenqueiras

Identificando Partes Interessadas, Interesseiras, Indiferentes e Encrenqueiras

Ao seguir o método do Pensamento Visual, a segunda¹ questão que o analista de negócios deve responder é “Quem / O quê?”. A pergunta é repetida n vezes se o analista trabalha de forma iterativa e incremental. Mas desde as primeiras ocorrências ele deve se preocupar em identificar todas as partes interessadas – as pessoas que ... Read More
 

Muita Areia no Caminhãozinho do AN

De todas as sugestões que apresento no FAN, a que causa mais espanto e suspiros é: um analista de negócios (AN) não deveria cuidar de mais de dois projetos ao mesmo tempo. Dois projetos pequenos! Invariavelmente a casa cai neste momento. E o burburinho parte, principalmente, de profissionais que atuam em médias e grandes empresas. ... Read More
 

Agile Project Management

Autor: Jim Highsmith é um consultor e escritor, especialista em engenharia de software e gerenciamento de projetos. Além do livro apresentado aqui, escreveu também “Adaptive Software Development” (Addison-Wesley, 2000), dentre outros. Foi co-autor do Manifesto Ágil. Editora: Addison-Wesley | The Agile Software Development Series. Primeira edição de 2004. Esta entrada é sobre a segunda edição, ... Read More
 
Times

Times

Existem Times, times, timinhos e igrejinhas, como a Copa recém-encerrada bem mostrou. A formação de equipes, para projetos de qualquer natureza, é uma complexa mistura de ciência, bom senso, tato e intuição. Ciência porque é preciso conhecer o projeto, as partes interessadas, as habilidades requeridas – tanto sociais quanto técnicas, e o desenho sócio-técnico mais ... Read More
 

Iterativo & Incremental: O Segundo Fator

Semana passada sugeri uma forma alternativa de apresentar e justificar a adoção de um ciclo de vida para projetos baseado no modelo Iterativo & Incremental. Deveríamos enfatizar a certeza de que todos cometerão erros em detrimento do destaque dado às inevitáveis mudanças. Faltou dizer que muito do que chamamos de mudanças são na realidade erros. ... Read More
 

Iterativo & Incremental: Um Convite aos Erros

Entre todos os mistérios que rondam nossa área há um difícil de explicar e justificar: qual a razão de tanta resistência na adoção de um ciclo de desenvolvimento que seja iterativo e incremental? Nos últimos três anos, só por conta do FAN, pude falar com mais de dois mil profissionais e estive pessoalmente em dezenas ... Read More
 
Motivação, Parte 2

Motivação, Parte 2

Se você perdeu, a parte 1 está aqui. Hoje vou falar sobre motivação em projetos “custom”, aqueles desenvolvidos especificamente para uma organização. O entendimento da motivação para esse tipo de projeto é um pouquinho mais complicado. Em artigos anteriores (1 e 2) eu falei sobre alienação (da equipe de desenvolvimento) e problemas de comunicação. A ... Read More